quarta-feira, 8 de janeiro de 2014

Top 10: Filmes Para as Férias


Eis que venho, nesse primeiro post de 2014, trazer um super top 10 de filmes! As festas de final de ano já passaram, carnaval só é em março... Nada melhor do que reunir a galera para assistir filme e comer umas guloseimas!

Sempre tem aquele amigo que sabe mais sobre determinado assunto. Quando se trata de filmes, cinema, séries e afins, a primeira pessoa que vem à mente é minha amiga Camila Lima. Por isso, convidei ela pra criar esse top 10 de filmes para as férias.

Confesso que a maioria eu ainda não assisti, então vou me entreter tanto quanto vocês assistindo as recomendações dela. Desde já agradeço a participação da Camila aqui no blog, espero que você volte mais vezes! <3

Vejam a lista dela e separem logo a pipoca, porque é diversão garantida.


---

Não sabe o que fazer nessas férias? Pois aqui vão dicas de filmes de todos os gostos para assistir nesses dias livres. Então chama os amigos, pega um lanche bem leve e se prepara para a matinê. 

10. Na Estrada (On the Road)


Esse filme de 2012 dirigido pelo brasileiro Walter Salles ocupa um lugar no nosso top 10 porque tem toda aquela pitada aventureira que você poderia ter nessas férias. Baseado no livro homônimo de Jack Kerouac, essa história seria a primeira das que impulsionaram o espirito pé na estrada que os americanos têm. Não seja pessimista pelo gênero drama que o filme aborda, essa versão para o cinema da história de como o vagabundo Dean Moriaty (Garrett Hedlung) mudou a vida de Sal Paradise (Sam Riley) se apresenta orgânica e complacente. Confesso que saber que Kristen Stewart estava no elenco me causou certo desconforto no início, mas até que ela está bem nesse filme. Então, tomara que esse filme estimule você a pegar os amigos, umas trouxas de roupa e colocar o pé na estrada.

9.  Gravidade (Gravity)


Eu realmente espero que você ainda tenha a oportunidade de ver esse filme nessas férias. Se você é do tipo que gosta de ser imerso na narrativa do filme, vá com tudo no longa de Alfonso Cuarón. Foi um dos grandes destaques de 2013, e não é por menos, os efeitos especiais são fabulosos, mas “Gravidade” consegue ser muito mais profundo e simbólico, consegue abordar toda a questão sobre a tragédia e o isolamento de Ryan (Sandra Bullock) e como ela consegue se transformar e renascer depois de toda aquela prova de resistência. Ignore as incoerências físicas e históricas que podem haver no decorrer da história, e divirta-se com essa obra-prima que possivelmente será indicada ao Oscar 2014. Dica: aumente o som e se possível assista em 3D, a experiência vale a pena.

8. Tubarão (Jaws)


Um clássico de Steven Spielberg, esse filme de 1975 é um dos melhores filmes de monstro que Hollywood já conheceu. Não tem muito que falar. Aquela sessão nostalgia regada a risos e aquele medo na espinha quando a famosa música do peixe voraz se aproxima. Pense nisso antes de ir à praia.

7. Alguém Tem Que Ceder (Something's Gotta Give)


Estava sentindo falta de comédia nessa lista? Então lá vai... Essa comédia romântica de 2003 dirigida Nancy Meyers traz um elemento muito peculiar, o amor de pessoas com mais idade. Sim, não é spoiler contar que os protagonistas ficam juntos no final, mas as cenas dos experientes Jack Nicholson e Diane Keaton não precisam de mais apresentações. Pode parecer um romance meio água com açúcar, entretanto, ainda sim vale muito a pena assistir esse adorável filme, com todos os temperos de uma boa comédia romântica: indecisão, reviravoltas, corações partidos, vinganças sutis e... um final.

6. Procurando Nemo (Finding Nemo)


Quando Lee Unkrich e Andrew Stanton lançaram em 2003 seu filme de animação sobre um peixinho que se perdia do seu pai não imaginaram o frisson que causariam. Difícil dizer o que mais rouba a cena em Procurando Nemo: se o peixinho aventureiro que dá nome ao filme, se seu atrapalhado pai que sai em uma busca desenfreada depois que vê o filho sendo capturado por um mergulhador ou se a esquecida e bem atrapalhada Dori, a fiel companheira de Marlin nesse resgate. O filme é divertido, tem humor e drama na medida. É o típico filme para ver com a família. Eu não disse para as crianças, mas família, porque até minha mãe gosta de falar baleiês de vez em quando. Não é a toa que esse filme oscarizado bateu recordes de bilheterias e até hoje estamos ansiosamente esperando por sua continuação.

5. Jogos Vorazes - Em Chamas (Hunger Games - Catching Fire)


Confesso que nunca li os livros, mas que tenho muita vontade de conhecer mais desse conto de Suzanne Collins. O filme dirigido por Francis Lawrence, segundo da franquia, foi um dos mais aguardados de 2013, e fez jus ao posto nesse ranking. Nessa nova aventura, Katniss (Jennifer Lawrence, fabulosa, devo dizer) e Peeta Mellark (Josh Hutcherson) descobrem que sua reunião e rebeldia desperta um sentimento muito perigoso nos 12 distritos, a esperança. E o terror da opressão está muito longe de acabar.

4. Batman - o Cavaleiro das Trevas (The Dark Knight)


Por que o filme do Christopher Nolan de 2008 e não o Homem de Aço de Zack Snyder de 2013? Simplesmente porque Nolan conseguiu algo que nenhum filme de herói havia conseguido fazer: ser um filme excelente, profundo e estimulante. Esqueça as questões nerds ou os preconceitos com o Batman, esse filme explora toda a loucura dos personagens e como eles podem fazer parte da sociedade que você vive. Eles são os extremos, Batman (Christian Bale) e Coringa (Heath Ledger), porém toda a cidade de Gotham está sujeita a ser insana e doente. Harvey Dent (Aaron Eckhart) está lá para provar isso com seu Duas-Caras desesperado. O filme pode ser longo, mas vale cada minuto quando nos deparamos com o clímax dramático e grandioso.

3. Superbad - É Hoje (Superbad)



Filme de 2007 de Gregg Mottola é de um gênero muito comum nos EUA, o besteirol. Fiquei em dúvida entre sugerir Superbad ou Se Beber, Não Case, mas o que Superbad tem de especial é que ele não é totalmente óbvio, é divertido e pode muito bem ter acontecido coisas semelhantes com o seu vizinho e você não sabe. Jonah Hill e Michael Cera interpretam respectivamente o gordinho e o CDF inseparáveis, que vivem zoando um com a cara do outro e sofrendo nas mãos dos fortões da escola. É claro, não posso esquecer de falar de Christopher Mintz-Plasse, e sua genial carteira falsa com o nome “McLovin”. Chama a galera, prepara muita pipoca e cuidado para não se engasgar com as risadas.

2. Invocação do Mal (The Conjuring)


E a medalha de prata desse Top 10 é nada menos que essa obra de terror de James Wan. 2013 conseguiu me surpreender com um filme de terror realmente bom. Esse filme deve ser revisto porque ele não é do tipo que vai dar muitos sustos, mas vai fazer vocês ficar agoniado o tempo inteiro. Se você tiver a oportunidade de ver o vídeo promocional do filme (aqui) vai entender todo o tom realista que o longa dá ao ocorrido com a família Perron. Wan conseguiu dar foco as informações de cada quadro, o espectador deve ficar atento para não perder os detalhes. Junto com um elenco competente, Invocação do Mal pode ser a pedida certa para ver com os amigos em uma noite chuvosa.

1. Círculo de Fogo (Pacific Rim)


Eu estou longe de ser fã de ficção científica, embora não seja o único filme do gênero que esteja nessa lista, mas devo admitir que Guillermo del Toro conseguiu, de novo, fazer de mim uma admiradora de seu trabalho. Novamente 2013 está nessa lista, e encabeçando-a! Quando várias criaturas monstruosas, conhecidas como Kaiju, começam a emergir do mar, tem início uma batalha entre estes seres e os humanos. Para combatê-los, a humanidade desenvolve uma série de robôs gigantescos, os Jaegers, cada um controlado por duas pessoas através de uma conexão neural. Depois de uma conexal neural no início do filme, falar do resto é pura enrolação. Esqueça a geração Michael Bay onde há apenas explosões e pouca história, Del Toro consegue dosar bem a ação sem se perder na história interessante e atuações honestas de Charlie Hunnam e Idris Elba.



Essa lista tem muitos gêneros, então não vai dizer que sou tendenciosa quanto a cinema. Espero que tenham curtido a lista, e sempre que a Larissa precisar de comentários sobre cinema, séries e demais assuntos da cultura pop, é só chamar. Boas férias, pessoal!

Nenhum comentário:

Postar um comentário