quarta-feira, 19 de novembro de 2014

Diário de intercâmbio: Barcelona


A minha primeira viagem pra fora de Portugal foi pra Espanha. Como seria também minha primeira vez voando pela Ryanair, bateu aquele desespero de leve com o tamanho e o peso da mala. Já que indo por essas companhias aéreas low-cost, a gente só tem direito de levar mala de mão ou tem que pagar pra colocar no porão do avião.

Foi a primeira vez também que dormi no aeroporto, desbravei o imprevisível mundo dos hostels, tive como base principal da minha alimentação fast food, andei como nunca tinha andado na vida (isso me fez levar uma regra pra vida: só levar sapatos confortáveis para as viagens!)... Mal eu sabia que isso ia virar rotina de viagem. HAHA! 

Fiquei nostálgica com esse post! :P Mas vamos ao que interessa! Na Espanha, fui à Barcelona, Madri e Toledo. Vai sair um post específico de cada uma com várias dicas pra aproveitar as cidades e o primeiro deles é sobre a terra de Gaudí, Barcelona!

Não dá pra começar a turistar em Barcelona em outro lugar que não seja las ramblas, que nada mais é do que uma longa alameda que liga a Plaça Catalunya ao monumento a Colombo, que fica junto ao porto (que também é um lugar imperdível pra ir!). Ao longo da Rambla, a gente encontra várias lojinhas legais, cafés, restaurantes, além do Mercado La Boquería que é parada obrigatória! Tem umas comidinhas deliciosas e uns sucos divinos! Não tem como não provar ao menos um deles.  Os artistas de rua que a gente encontra também dão um charme especial ao lugar - tem de tudo: estátuas vivas, pintores, músicos... As Ramblas são super movimentadas o tempo inteiro, uma confusão de línguas diferentes sendo faladas ao mesmo tempo, mas é super prazeroso passear por lá. Não deixem de ir!
Início das Ramblas

Plaça Catalunya

Mercado La Boquería


Ali pertinho das Ramblas, a gente encontra o Bairro Gótico. Vale a pena dar uma volta para apreciar a atmosfera medieval que impera pelas ruelas de lá. Porém, prefira fazer esse passeio durante o dia, porque à noite dizem ser não muito seguro.
Bairro Gótico
A Catedral de Barcelona também merece uma visita. A obra com influência gótica não é tão popular quanto as de Gaudí, mas não pode passar despercebida. Cheia de detalhes incríveis na sua arquitetura, possui ainda dentro dela uma cripta que guarda os restos mortais de Santa Eulália. 
Catedral de Barcelona


Muito da culpa de eu me apaixonar por Barcelona é de Antoni Gaudí, o famoso arquiteto catalão que assina a maioria dos mais famosos pontos turísticos da cidade. As obras dele são incríveis, daquelas de fazer a gente se calar e admirar diante de algo tão magnífico. Nada melhor do que começar a falar de um dos monumentos mais visitados da Espanha e uma de suas obras mais famosas, a inacabada Sagrada Família.

O Temple Expiatori de la Sagrada Família é gigantesco! Ele foi projetado pra ter três grandes fachadas: a Fachada da Natividade, da Paixão e da Glória. Atualmente, a da Natividade e a da Paixão já estão finalizadas e foi iniciada a da Glória. Quando as obras forem finalizadas, a Sagrada Família terá 18 torres: doze campanários representando os apóstolos, quatro em homenagem aos evangelistas, um para a Virgem Maria e a mais alta é consagrada a Jesus Cristo. A visita ao templo católico vai muito além da religião, afinal é a obra-prima de Gaudí e se tornou um símbolo da cidade.


Sagrada Família

Outra obra de Gaudí famosa em Barcelona é a Casa Batló. Seus azulejos policromáticos e ferros retorcidos dão uma aparência camaleônica que remete a várias interpretações. Foi uma das últimas obras de Gaudí e também uma das mais impressionantes. Vale a pena ir também na Casa Milá de La Pedrera que fica bem próximo. Inaugurada há mais de 100 anos, ela possui a fachada curva e mesmo dentro pouquíssimas paredes são retas. Realmente, algo bem inusitado e curioso de se ver.
Casa Batló

O Parc Güell é mais uma obra de Gaudí que foi encomendada por Eusebi Güell. Foi nomeado Monumento Histórico Artístico de Espanha, em 1969, e foi classificado pela UNESCO como Patrimônio da Humanidade, em 1984. O parque é enooooooorme, acho que não consegui ver metade dele, por conta do tempo. Lá dentro, além de vários outros lugares super legais de conhecer, tem também a Casa-Museu Gaudí, onde o arquiteto morou durante quase vinte anos e preserva ainda alguns objetos pessoas dele.




Casa-Museu Gaudí

Vista do Parc Güell
Outro passeio imperdível é a praia La Barceloneta. Essa é a mais famosa das sete praias de Barcelona, talvez pela facilidade do acesso à ela por ônibus e metrô. E é também a mais próxima do centro da cidade, então é super tranquilo parar alguns minutinhos pra dar um mergulho. Isso é, se você encarar as águas congelantes! Num primeiro momento é muito gelada, mas depois a água fica uma delícia. Vale a tentativa! HAHA


La Barceloneta
Aos amantes de futebol, imposível ir à Barcelona e não dar uma passadinha no Estádio Camp Nou, casa do FC Barcelona. Lá também tem o Museu FCB, onde você pode conhecer toda a história do clube. É uma das atrações turísticas mais visitadas da cidade, confesso que só fui pela minha amiga que é louca por futebol (Beijo, Day! :*), mas no final das contas, foi bem legal conhecer. O menino Neymar tá espalhado por todos os lugares de lá.



Loja do Camp Nou

O legal de Barcelona também é que tem diversos parques espalhados pela cidade, um mais lindo que o outro, com vários jardins, muito verde, aquele cenário perfeito pra fazer um piquenique. Um dele é o Parc de la Ciutadella, que tem esse nome porque fica onde antes havia uma ciutadella fortificada pelos reis Bourbon. Dentro dele funciona um zoológico, o Museu de Ciències Naturals e o Hivernacle, jardim de inverno projetado pelo arquiteto Josep Amorgós. Vale muito passar um tempo nesse parque!
Parc de la Ciutadella

A minha última dica eu não consegui visitar, por causa do tempo, mas pretendo voltar à Barcelona e essa, com certeza, vai ser uma parada certa na viagem! Montjuïc é uma das áreas de lazer mais procuradas da cidade, talvez por ser um dos melhores lugares para se apreciar a vista da cidade, além ser onde fica o estágio olímpico e a Fundação Joan Miró, ótimos lugares pra se visitar também. Mas as maiores atrações são o Castelo e a Fonte Mágica, que à noite faz um espetáculo de água e luzes que dançam ao ritmo da música. É bom ficar atento aos horários das apresentações, porque elas funcionam em dias e horários diferentes dependendo da temporada. 

---

Esses foram os lugares que eu visitei nos meus dias em Barcelona, mas a cidade é cheia de coisas incríveis, então você pode encontrar muito mais lugares pra conhecer. Tenho certeza que você vai se apaixonar pela cidade tanto quanto eu! :)

Fotos: Larissa Andrade

Nenhum comentário:

Postar um comentário