segunda-feira, 30 de março de 2015

Diário de Intercâmbio: Londres - Parte 2


A segunda parte do Diário de Intercâmbio de Londres tá tão boa que, se eu fosse vocês, anotaria cada uma dessas dicas no caderninho para nunca esquecer de visitar esses lugares. Tem dois museus super maneiros, tem aquele ponto turístico obrigatório, tem parque, tem loja, tem roteiro alternativo... Ah, muita coisa! Confere logo aqui:

Natural History Museum
Um museu gigante e lindo, cheio de esqueletos de dinossauros gigantes e experiências lúdicas de terremotos, astronomia, corpo humano, etc. Uma verdadeira jornada pelas ciências naturais. Foi fundado em 1881, o museu possui áreas de Botânica, Entomologia, Paleontologia, Mineralogia e Zoologia. Mas é claro que a mais visitada e a preferida dos turistas é a com os dinossauros. Além de tudo, é grátis! :D





Victoria and Albert Museum
O maior museu de artes decorativas e design do mundo! Óbvio que foi o meu preferido, né? O nome do museu é uma homenagem à Rainha Victoria e ao Princípe Albert e possui uma coleção permanente de aproximadamente 4,5 milhões de objetos. As seções do museu incluem Art Deco, Artes e Ofícios, Arte Barroca, Gótica, Medieval, Modernismo, Neoclassicismo, Renascentismo, Rococó e Surrealismo. O museu inteiro é incrível, mas não deixe de passar pela área do teatro e de moda que ganharam meu coração. <3 Como todos os museus em Londres, é também gratuito! Não tem desculpa para não ir.





Tower Bridge
A ponte liga os dois lados da cidade através do Rio Tâmisa. Foi construída ao lado da Tower London com duas torres gêmeas que seguem a arquitetura da Torre de Londres e ainda um sistema móvel da sua passarela. Se tornou um dos pontos turísticos mais visitados e fotografados da cidade.



Hyde Park
Um dos parques favoritos dos londrinos e turistas para lazer. Tem um lago e vários esquilos rodando pelas gramas. Muito fofo! Ótimo para passar um tempo descansando, tomando um banho de sol ou mesmo fazendo um piquenique.



Palácio de Buckingham
Residência oficial de Sua Majestade, Rainha Elizabeth II. O Palácio só está aberto para visitação do público entre fim de julho e fim de agosto, quando a Rainha não está presente. Quem faz a segurança do local é a famosa Guarda Real e um dos espetáculos mais esperados é a troca de guarda que acontece em frente ao palácio. A cerimônia acontece pontualmente às 11:30h, mas desde cedo os turistas começam a chegar para conseguir um bom lugar. Não é algo imperdível, mas é interessante de assistir, se transforma quase em um espetáculo com desfile e banda de música. Entre maio e julho, a troca de guarda acontece diariamente e no restante do ano, em dias alternas. É sempre bom checar direitinho.



Abadia de Westminster
Sem dúvida, uma das igrejas mais importantes de Londres. É onde acontecem as coroações e os casamentos de várias personalidades britânicas, inclusive foi lá que ocorreu o badalado casamento real de Príncipe William e Kate Middleton, em 2011. O que mais chama atenção é a sua arquitetura em estilo gótico. A Abadia guarda em seu interior os túmulos de Isaac Newton, Charles Darwin, Charles Dickens e, claro, de Elizabeth I, além de muitos nomes importantes da Inglaterra. As visitações são cobradas, mas como a igreja ainda funciona normalmente com sua programação religiosa, você pode vê-la por dentro sem precisar pagar nada durante os momentos de oração que acontecem diariamente e são abertas ao público. Não é a mesma coisa de uma visita turística, mas, caso você esteja com as libras contadas, é uma solução.


Catedral de Westminster
É a maior igreja católica na Inglaterra. Ela foi construída em 1895 com a arquitetura em estilo bizantino. O topo da torre da catedral fica à 64 metros de altura e tem uma vista incrível da cidade.


M&M's World
Sim, é uma loja da M&M's. Não é bem um ponto turístico, mas a loja é tão gigante, colorida e legal que vale a visita. É a única na Europa, as outras da mesma linha estão em Orlando, New York e Las Vegas. Os bonecos de M&M's estão por toda a loja que é toda decorada com o tema londrino. São QUATRO andares de loja, com vários lugares onde os bonecos enormes estão de guarda real, de princesa e até mesmo de Beatles atravessando a Abbey Road prontinhos para os turistas tirarem suas fotos. A loja vende muito mais que chocolate, tem pelúcias, roupas, acessórios... MUITA coisa mesmo! Se você não for para comprar, pode ir apenas pela visita super divertida.





Claro que eu AMEI a princesa, né? <3

Camden Town
É a região mais alternativa de Londres, não é à toa que é onde Amy Winehouse morava. O lugar é super colorido e você encontra literalmente de tudo por lá. É cercado de pubs, inclusive o preferido da cantora o The Pub Arms, lojas variadas e feirinhas de todo tipo. O Camden Lock é um famoso mercado de rua londrino onde se encontra desde peças de artesanato e design à roupas e barraquinhas típicas de comida de vários países.



Londres, sem dúvidas, foi um dos meus lugares preferidos. Tem tanta coisa para fazer que só mesmo morando lá para você conseguir fazer tudo, mas espero que essas dicas ajudem vocês quando forem visitar a cidade.

Beijos,
Lari.

Fotos: Larissa Andrade

Nenhum comentário:

Postar um comentário