terça-feira, 27 de fevereiro de 2018

5 motivos para maratonar a série La Casa de Papel


Se você não ouviu falar sobre La Casa de Papel nos últimos dias, por onde você esteve? A série teve uma estreia tímida no fim de dezembro de 2017, mas se tornou uma das queridinhas do público e, recentemente, uma das mais assistidas do streaming.

O drama espanhol conta o engenhoso plano do assalto à Casa da Moeda, em Madri, com um objetivo de imprimir 2,4 bilhões de euros. Se você ainda está em dúvida sobre assistir ou não a série, a gente separou 5 bons motivos para você maratonar La Casa de Papel:


1- Personagens bem construídos



Os personagens são extremamente bem desenhados, cada um com uma personalidade bem específica, mas todos muito carismáticos. Na série, o Professor (chefe do crime), proíbe relações entre eles e os proíbe até de revelarem seus próprios nomes, por isso, eles acabam se identificando com nomes de cidades (Tóquio, Rio, Nairóbi, Denver, Berlim, Moscou, Oslo e Helsinque). Porém, paralelo ao assalto, a história conta um pouco sobre a trajetória de cada um dos assaltantes, o que aproxima os espectadores. No fim das contas, eles nos cativam tanto que nós acabamos torcendo pelos "vilões", sem culpa nenhuma!

2- Presença de mulheres fortes


La Casa de Papel não é uma série focada em mulheres e a trama se passa em um cenário beeem machista, mas, ainda assim, 3 mulheres se destacam na história: Tóquio, que narra toda a série e não tem medo de fazer o que é preciso para alcançar os seus objetivos; Nairóbi, que apesar de não ganhar tanto destaque nos primeiros episódios, é destemida, superinteligente, empática e durona (é a minha preferida. Que mulher! <3); e, claro, Raquel, a inspetora Murillo, ela é a única que está do outro lado da trama, foi designada pela polícia para resolver o caso e, embora tenha sido chamada justamente por ser a mais competente, precisa sempre se esforçar mais que todos os seus colegas pra ser ouvida.

Cada uma possui uma história de vida bem diferente uma da outra, mas todas elas possuem algo em comum: precisam ser fortes para encarar a situação e não deixar que nenhum homem estrague aquilo que elas lutaram pra acontecer. #feminism

3- Produção 100% espanhola


Para quem quer fugir um pouco da produção hollywoodiana que domina a Netflix, La Casa de Papel é um drama totalmente produzido na Espanha, com cenários incríveis de Madri. A série veio pra mostrar que a Europa também sabe produzir ótimas tramas.

4- Episódios viciantes


Sabe aqueles episódios que acabam em um climax e você fica louco pra assistir o próximo para descobrir o que aconteceu? É desse jeitinho La Casa de Papel é: todo final de episódio tem um cliffhanger. Então, se prepara para maratonar, porque você não vai conseguir parar de assistir. É viciante real!

5- É sucesso, mesmo sem divulgação da Netflix



Que tá todo mundo falando sobre a série, não tem como negar. La Casa de Papel é sucesso e rendeu até fantasias incríveis para esse carnaval. O maior diferencial disso tudo é que ela conseguiu isso tudo no boca a boca, já que não teve nenhuma divulgação do streaming. A série se tornou popular por causa dos próprios assinantes da plataforma, que assistiram, gostaram e fizeram questão de divulgar. Se tem tanta gente querendo indicar, é sinal de que a série é boa mesmo!

Depois disso tudo ficou com vontade de assistir? Corre pra assistir a primeira temporada, porque a segunda já tem data certa pra chegar: no dia 4 de abril, quem ainda não viu, vai poder conferir direto da Netflix.

Separa a pipoca e aproveita!

Nenhum comentário:

Postar um comentário